O Ministério das Relações Exteriores reafirmou, na primeira semana de maio/2008, alguns dos itens que farão parte do pacote de emissão de vistos aos estrangeiros, atrelada ao domínio da língua japonesa. A previsão é de que a lei siga para votação no Parlamento em janeiro e entre em vigor em 2009.



O visto concedido de 3 anos pode ser alterado para 5 anos àqueles que tiverem conhecimento da língua japonesa.

O ministro fala da importância do conhecimento da língua para o bom convívio com a sociedade japonesa. Ressalta também que esse ato servirá de incentivo para aqueles que futuramente queiram vir ao Japão.

Será discutido também se haverá necessidade de se ter o conhecimento da língua japonesa e experiência profissional para a obtenção do visto.

Mais um ítem será discutido: Se a lei foi aprovada, como será feita a avaliação para se saber o nível de conhecimento da língua.

Veja matéria apresentada no Site GAMBARE sobre o assunto.

Muitos não se preocupam ou não se preocuparam em aprender a língua japonesa devido à facilidade que existe hoje em dia aqui no Japão.
Onde há uma maior concentração de brasileiros, as prefeituras, os hospitais e até escolas da região dispõe de tradutores para ajudar aqueles que não falam a língua. Sem contar que no ambiente de trabalho essa facilidade também é encontrada.
Tudo isso fez com que os brasileiros se "acomodassem" e nunca se importassem em querer aprender a língua.
A atual situação muda radicalmente o modo de pensar e muitos, que até hoje nunca se importaram ou se esforçaram em aprender a língua, agora "correm" atrás das aulas de nihongo. Isso porque as ofertas atuais de emprego exigem que se conheça o mínimo da língua.

Veja o depoimento de uma brasileira moradora de Kakegawa - Shizuoka. Ela não se preocupa em estudar o idioma porque o seu local de trabalho tem muitos brasileiros, enquanto os japoneses tentam se comunicar em português usando dicionários. “O tantosha da empreiteira ajuda bastante fazendo a tradução quando é preciso, e, por isso, a gente acaba se acomodando. Se vou a uma loja japonesa, me comunico com gestos ou vou com uma amiga que saiba o idioma”.

Não se acomode! Corra atrás do prejuízo, nunca é tarde para se aprender.

Um comentário:

GabrielOfRockBR disse...

Obrigado!!! Seu blog é o melhor!! Continue assim